segunda-feira, 28 de maio de 2012

Diablo III quebrando meus paradigmas



Depois de mais de 12 anos jogando “apenas” em consoles, Diablo III me convenceu a incluir PC novamente na minha lista de plataformas.

Quando digo “apenas”, quero dizer continuamente. Cheguei a jogar muito pouco, anos atrás, Age of Empires, World of Warcraft e outros jogos (alguns emulados), mas a falta de tempo constante (devido a Universidade) e dinheiro para atualizar a minha máquina, empurrava meu mirrado tempo livre para jogos de console (PlayStation).

Conhecia a franquia apenas pelo nome e, felizmente, não tive que “esperar 12 anos” como afirma a maioria dos fãs da série. Há algum tempo, vinha sendo seduzida por Civilization V, Age of Empires III, e alguns títulos da série Total War. Jogos que ele possui e que, inclusive, o assisti jogar diversas vezes, mas o “jogar” ficava sempre na promessa.

Ultimamente, a minha inclinação para o console da PS tem sido ainda maior. Então, qualquer menção a jogos exclusivos para PC, para mim era insignificante. Não foi o “boom” de notícias, matérias, comentários etc., na internet, relacionadas a Diablo III, que me fez voltar a atenção para o jogo, até porque, convenhamos, muita gente segue modismos. E alguns jogos que não são tão bons se tornam super games por causa do excesso de avaliações apaixonadas e pouco realistas.

O que realmente me fez parar e procurar saber mais sobre Diablo III, além da constante e crescente referência ao jogo feita por ele nas últimas semanas, foi ouvi-lo dizer: “é um jogo que tu vai gostar”. Após alguma resistência, assisti a um gameplay do jogo, o que me agradou muito. Resolvi, então, apoiá-lo em mais esta aquisição.  Estou muito interessada neste jogo também, principalmente, por causa daquela “vista de cima” e o sistema de RPG sem longas conversas – que quebram o ritmo do jogo, a exemplo de Dragon Age.

Agora é só esperar o jogo chegar, ou melhor, os jogos, pois comprei também a versão em português. Então, nem a minha preguiça com o inglês vai ser desculpa para não jogar Diablo III.

~Nana~

2 comentários:

  1. Sobre a vista de cima isso me lembra o que um amigo meu comentou:

    "14 anos desenvolvendo o jogo e não aprenderam a fazer a câmera se mexer? Não jogo esse jogo nem a pau!"

    Para justificar dizemos que ele joga WoW a muito tempo e DOTA de vez em quando. Se a câmera não vira como em warcraft ele não iria se acostumar. rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falando nisso, muitas reclamações sobre D3. Infundadas ou não... é um jogo que requer muita paciência, tempo e determinação. Eu acho que se eu terminar na primeira dificuldade já está ótimo. Não vou perder um tempão da minha vida só com um jogo. "Deixo" para os fãs mais fiéis.

      Excluir

コメントをありがとう! Obrigada pelo comentário!