domingo, 27 de maio de 2012

[Aquisição] Musashi - de Eiji Yoshikawa [Box de livros]

武蔵 ~ Musashi Box ~ Front view

武蔵 ~ Musashi Box ~ Back view


O samurai mais notório do Japão, também autor do “Livro dos Cinco Anéis”, Musashi (Miyamoto Musashi宮本武蔵) é tema e também título de uma ficção escrita por Eiji Yoshikawa (1892 – 1962), renomado escritor japonês, autor de romances históricos.

Musashi foi publicado inicialmente na forma de série no jornal Asahi Shimbun (Asahi Shinbun ~ 朝日新聞) durante os anos de 1935 e 1939 com um total de 1.013 episódios. Posteriormente, ainda no século XX, os capítulos foram reunidos e publicados em livro, no Japão1.

A narrativa é um extenso romance épico baseado em fatos históricos japoneses e em parte da vida de Musashi. Porém, ao contrário da biografia, o livro apresenta também personagens fictícias. O Autor dividiu a obra em sete livros: A Terra, A Água, O Fogo, O Vento, O Céu, As Duas Forças e A Harmonia Final, sendo que os cinco primeiros são uma referência clara ao gorin2.

No Brasil, a obra foi publicada pela Editora Estação Liberdade em 1999 com tradução de Leiko Gotoda e ilustrações (capa e miolo) de Ayao Okamoto. Em 2009, em razão dos dez anos de publicação da obra no país, a Estação Liberdade lançou uma edição comemorativa, na qual os três volumes integram uma caixa especial contendo, ainda, um livreto com ilustrações ukiyo-e de diversos artistas que retrataram o grandioso Samurai. A edição, composta de aproximadamente 1800 páginas, contém a versão integral da obra e o prefácio de Edwin O. Reischauer (1910-1960), extraído da edição norte-americana.

Conheci um pouco da história e Musashi através de leituras e também através de filmes. Ainda não li a obra, mas me parece interessante, principalmente por ser uma narrativa épica relacionada à história japonesa. O que me atraiu nesta edição, inicialmente, quando a vi – que além de conter os três os volumes, tem um livreto com gravuras ukiyo-e – foi a caixa, pois sou grande apreciadora da arte japonesa.

A caixa é um diferencial por conter impressões coloridas de gravuras – que estão presentes no livreto também – que retratam Musashi. Para minha surpresa, só quando recebi o Box, vi o livro com as gravuras. É que eu mal havia encontrado a edição e já estava efetuando a compra. A obra é indicada para quem gosta Literatura em geral, especialmente a literatura japonesa, narrativas épicas, Cultura e História do Japão, Samurais, e, principalmente, fãs de Miyamoto Musashi.

1 Em suas diversas edições, Musashi, que está presente no imaginário de várias gerações japonesas, ultrapassou 120 milhões de exemplares vendidos, razão pela qual é considerado a obra literária mais vendida da história do Japão.

2 O gorin, segundo o Budismo, corresponde aos cinco  elementos básicos que compõem toda e qualquer matéria, ou os cinco ciclos pelos quais o espírito humano passa até que alcance a perfeição. Por via metafórica, Yoshikawa usa esses princípios para demonstrar em sua obra os caminhos percorridos por Musashi até alcançar o domínio e perfeição técnica da luta com duas espadas, uma em cada mão.

~Nana~

Veja mais fotos do meu exemplar da edição comemorativa de Musashi.










3 comentários:

  1. Quantas aquisições... Quantas obras...

    Tem dias que sinto muita vontade de ser teu vizinho para pedir emprestado um ou outro livro para poder me entreter. rsrs

    A história de Musashi sempre me interessou, são muitas obras falando dele ou inspiradas em sua história, vida ou lendas. Tudo bem que maioria é romantizada demais, mas ainda assim é muito interessante de ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Tudo que é relacionado a samurais me fascina. E Musashi é um ícone, sem dúvida. Ainda não comecei a ler o(s) livro(s), mas espero que seja em breve. A propósito... uma boa aquisição seria "Vagabond".

      Excluir
    2. Já pensei em comprar Vagabond a algum tempo atrás, mas ainda não o fiz. Não comparo os dois por que de acordo com umas criticas que vi, Vagabond é legal, mas não tão interessante e fiel assim à história de Musashi como deveria ser.

      Excluir

コメントをありがとう! Obrigada pelo comentário!