segunda-feira, 30 de julho de 2012

[Um livro por mês] “Assassin’s Creed: Renascença” – Oliver Bowden (Livro 05 / 35º item da lista 101 coisas em 1001 dias)



Já comentei anteriormente sobre o investimento que iniciei em livros de ficção adaptada a partir de games. Este é o segundo que compro dentro do projeto 101 coisas em 1001 dias e é o primeiro volume da série literária Assassin’s Creed escrita por Oliver Bowden.

Assassin’s Creed: Renascença é a edição brasileira de Assassin’s Creed: Renaissance (Penguin Books, 2010) publicada no Brasil em 2011* pela Galera Record. O livro foi traduzido por Ana Carolina Mesquita e baseia-se na história do jogo Assassin’s Creed II (Ubisoft).

Embora eu acreditasse estar aprendendo a viver,
Estava aprendendo a morrer
Leonardo da Vinci

Esta é a citação que abre o livro. Ao contrário do segundo volume, este não é dividido em partes e tem uma quantidade de páginas um pouco menor. São 378 páginas e 28 capítulos. No início há um mapa da Itália Renascentista e no final há – assim como descrito na resenha de Assassin’s Creed: Irmandade – a “Lista de personagens”, o “Glossário de termos em italiano e latim” e a seção de “Agradecimentos”.

O foco narrativo e o modelo do discurso são os mesmos que observei no segundo livro da série. Particularmente, de todos os jogos lançados até agora da franquia, Assassin’s Creed II é o jogo que mais gosto, pois – em se tratando de contexto europeu – o Renascimento é uma das épocas históricas que mais gosto de pesquisar e conhecer. Por essa razão, talvez este seja o livro do qual eu mais vá gostar. Bom, mas isso é só uma suposição. Espero gostar de ler todos.

~Nana~

* Meu livro é a 11ª ed., publicada em 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

コメントをありがとう! Obrigada pelo comentário!