segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

[OST Game] ICO ~ 霧の中の旋律 [ICO ~ kiri no naka no senritsu](2002, Official Soundtrack / ICO)


Não é nenhuma novidade (para quem me conhece ou acompanha meu blog) que eu sou grande apreciadora de música instrumental (ou não) composta para jogos. CDs com trilhas sonoras de games são itens que também gosto de colecionar e se não fosse o excesso de carga tributária sobre importados eu até compraria com mais frequência.
Antes de fazer alguma compra do gênero, procuro o máximo de informações a respeito, mas quando se trata de encontrar material (vídeo ou texto em língua portuguesa) com detalhes de produtos genuinamente japoneses, a tarefa se torna um tanto quanto difícil. Talvez haja algum(a) outro(a) colecionador(a) como eu que tenha interesse nesse tipo de conteúdo. Tenho alguns discos, mas não me lembro de ter postado algo relativo a eles por aqui. Então, quando der publicarei mais posts sobre alguns que integram a nossa coleção.
Hoje vou falar sobre ICO ~ 霧の中の旋律 (lê-se ICO ~ kiri no naka senritsu), CD com a trilha sonora oficial de ICO (jogo lançado em 2001 / plataforma PlayStation 2) composta por Michiru Ōshima (大島ミチル, Ōshima MichiruKōichi Yamazaki (山崎耕一, Yamazaki Kōichi aka pentagon), lançado em fevereiro de 2002 pela Sony Music Entertainment Visual Works.




ICO ~ 霧の中の旋律 (trad. ICO: Melody in the Mist) apresenta um disco contendo 16 faixas que podem ser ouvidas num tempo total de 25min35s. As músicas “Castle in the Mist”, “beginning” e “ICO -You were there-” foram compostas e arranjadas por Ōshima, que também é responsável pela composição de “impression”, “Queen”, “Entity” e “colapse”. “Shadow” e “collapse” tiveram seus arranjos feitos por Masaaki Kaneko (金子正明, Kaneko Masaaki), sendo a primeira, dentre as duas, feita em parceria com pentagon.
As demais faixas do álbum foram compostas por pentagon. Stephen Geraghty (ex-membro do grupo Libera) participou do disco com uma performance vocal na faixa “ICO -You Were There-”. A letra da canção foi escrita por Lynne Hobday. Hitoshi Watanabe (渡辺等, Watanabe Hitoshi) é o autor das performances feitas com instrumentos como violão, bandolin, bouzouki, ukelele e EUB (electric upright bass, versão eletronicamente amplificada do contrabaixo).



Em primeiro lugar, devo salientar que a exceção de 4 ou 5 músicas, a trilha sonora de ICO é composta de efeitos de som de música ambiente que, a propósito, funcionam muito bem dentro do jogo, mas não oferece muito estímulo para quem quer ouvi-las fora do contexto. Por isso, eu diria que essa é uma trilha sonora que pode não agradar a muitos.
Então, a menos que você seja amante desse tipo de instrumental, não recomendo a compra, apesar de achar que por algumas das faixas (principalmente “ICO -You Were There-”) vale a pena adquiri-lo. Se isso não for motivador o suficiente, algumas lojas disponibilizam a compra das músicas em versão mp3, na qual você escolhe as faixas que mais lhe agradar. Nesse caso, eu recomendaria as seguintes: “Castle in the Mist” (faixa 4), “Beginning” (faixa 5), “Heal” (faixa 8), “ICO -You Were There-” (faixa 16).
A quem optar pela compra do CD: o encarte pode ser um item precioso para fãs de ICO, pois além de conter imagens do jogo e informações sobre as músicas, traz a letra de “ICO - You Were There” em duas versões: inglês e japonês; e ainda a reprodução da partitura da música feita pela própria Michiru Ōshima.







Obs.: Se você nunca jogou ICO e pretende jogá-lo, um aviso: os comentários a seguir sobre as faixas contêm referências breves a cenas do jogo, a respeito de quando são executadas e talvez possam revelar pequenos detalhes do enredo. Eu os inserir por acreditar que apenas jogadores veteranos de ICO se interessariam pela trilha sonora do jogo, não sendo assim um problema a inserção de tais referências. Algumas faixas estão com iniciais minúsculas conforme encarte do CD (conferir em fotos abaixo).
Aos ouvintes desavisados, as duas primeiras faixas do disco, “prologue” (tocada na cena de abertura do jogo antes de entrar na tela de menu) e “coffin” (tocada após sair da tela de menu, dando continuidade a cena introdutória do jogo), apesar de curtas, não são muito convidativas. São sombrias, carregadas de ruídos, ecos e outros barulhos assustadores que lembram bastante trilhas sonoras de jogos japoneses de horror. Contudo, estão posicionadas no álbum de forma coerente e no jogo, conforme dito mais acima, se adequam muito bem.
impression” talvez agrade mais ao ouvinte iniciante. A música é tocada quando ICO descobre Yorda presa na gaiola. Aqui Ōshima e pentagon conseguiram a proeza de imprimir em pouco mais de meio segundo um ar de tristeza e solidão. Apesar de a música ser muito breve, a melodia dela é bem agradável.
Castle in the Mist” é uma das faixas que vai fazer a compra deste disco valer a pena. Com composição de Ōshima e com uma boa duração (pouco mais de três minutos), o instrumental toca em trailers do jogo e na parte dos créditos. É uma composição belíssima. “beginning” é um solo de piano que tem um ar de tristeza do começo ao fim. É tema da cena em que ICO e Yorda se encontram pela primeira vez antes de libertá-la. Ōshima também foi responsável pelo arranjo dessa faixa.
Who are you” é música da cena em que Yorda é libertada da gaiola por ICO. Metade dela tem um ar um tanto quanto místico e a outra é mais sombria, resultado do trabalho em conjunto de Ōshima e pentagon. “darknees” é música ambiente das cenas em que as criaturas sombrias aparecem. Não tem uma duração muito longa, mas é executada até o momento em que as criaturas são derrotadas. O título da composição faz jus ao que ela tenta traduzir.
heal”, música que toca quando se está salvando o jogo, talvez seja a faixa mais "animada" que se ouvirá nesse disco. Por seu tom suave, a música transmite uma sensação agradável de paz e calmaria. “The Gate”, trilha da primeira cutscene no portal principal, retoma a atmosfera sombria das primeiras canções, mas preserva um pouco o toque místico da anterior.
Queen” é tocada antes da batalha com a Rainha (governante do Castelo, antagonista e mãe de Yorda). A faixa, que tem duração de mais de um minuto e meio, tem um tom completamente nebuloso. Se não fosse por seu aspecto solitário, eu diria que “continue” poderia facilmente fazer par com “heal”. A música é o tema tocado na tela de continuação do jogo, quando se tem “game over” ou o jogo em modo pausa.
déjà vu”, trilha do sonho de ICO quando está inconsciente, lembra mais a trilha sonora de um pesadelo. A música é repleta de barulhos e ruídos assustadores retomando a atmosfera criada pelas duas primeiras faixas do disco. “Shadow” é definitivamente a faixa mais medonha do álbum. As vozes ecoando ao longo da faixa em tom de desespero são ao mesmo tempo assustadoras e macabras. Não é à toa que essa é a trilha de quando se combate as crianças chifrudas das sombras.
Entity” é a trilha de batalha com a Rainha. É a mistura de uma melodia pesada e vozes assustadoras sem tirar o tom apropriado a uma cena de ação. “collapse”, primeiro tema tocado na cena final após a batalha quando o castelo está desmoronando, retoma o aspecto místico que foi deixado pela faixa “Were are you”.
ICO -You were there-” é a segunda música tocada na cena final (quando finalmente ICO e Yorda deixam o castelo) e vai até os créditos. Não é à toa que esta é a faixa tema do jogo. Ela é, sem dúvida alguma, a melhor faixa da trilha sonora. Eu chego a me emocionar quando, ao pegar o encarte deste CD, acompanho a letra cantando. É dispensável qualquer crítica negativa sobre essa composição. A voz suave e angelical de Stephen Geraghty me dá sempre a impressão de que é o próprio ICO cantando a canção. Fenomenais tanto a letra quanto a música. A faixa, ao contrário das demais, tem uma duração muito boa e compensa com seus quase quatro minutos e meio. Mas tenho certeza que ainda serão insuficientes e você vai ouvir muitas e muitas vezes sem enjoar.
Veja a tracklist detalhada:

1. prologue [0:35] – composição: pentagon
2. coffin [1:33] – composição: pentagon
3. impression [0:31] – composição: Michiru Ōshima; arranjo: pentagon
4. Castle in the Mist [3:05] – composição e arranjo: Michiru Ōshima
5. beginning [1:26] – composição e arranjo: Michiru Ōshima
6. Who Are You? [0:57] – composição: Michiru Ōshima; arranjo: pentagon
7. darkness [1:15] – composição: pentagon
8. heal [1:39] – composição: pentagon
9. The Gate [0:38] – composição: pentagon
10. Queen [1:42] – composição: Michiru Ōshima; arranjo: pentagon
11. continue [1:27] – composição: pentagon
12. déjà vu [0:52] – composição: pentagon
13. Shadow [1:33] – composição: Michiru Ōshima; arranjo: pentagon e Masaaki Kaneko
14. Entity [2:09] – composição: Michiru Ōshima; arranjo: pentagon
15. collapse [1:41] – composição: Michiru Ōshima; arranjo: Masaaki Kaneko
16. ICO -You were there- [4:26] – composição e arranjo: Michiru Ōshima; letra: Lynne Hobday; canção: Stephen Geraghty


ICO -You were there- 

The island bathes in the sun's bright rays.
Distant hills wear a shroud of grey.
A lonely breeze whispers in the trees.
Sole witness to history.

Fleeting memories rise,
From the shadows of my mind.
Sing "Nonomori", endless corridors...
Say "Nonomori", hopeless warriors...
You were there...
You were there...

Am I forever dreaming,
How to define the way I'm feeling.

You were there.
Countless visions they haunt me in my sleep...
You were there.
Though forgotten all promises we keep...
Slaves to our destiny.
I recall a melody.
Sing "Nonomori", seasons lit with gold...
Say "Nonomori", legends yet untold...
You were there...
You were there...

Happiness follows sorrow.
Only believing in tomorrow.

You were there.
Countless visions they haunt me in my sleep...
You were there.
Though forgotten all promises we keep...

The island bathes in the sun's bright rays.
Distant hills wear a shroud of grey.
A lonely breeze whispers in the trees.
Sole key to this mystery...



A trilha sonora completa (ou a faixa que interessar) pode ser ouvida em qualquer um dos vídeos abaixo.






2 comentários:

  1. Eu fiquei impressionado com a qualidade e riqueza de detalhes descritos neste review. Não joguei a sério o game ainda, espero fazer isso em algum momento, e também acho que uma melhor imersão na trilha sonora requer ter jogado o título antes. Entretanto, ouvirei as músicas assim que possível. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mais uma vez por vir até aqui e investir um pouco de tempo lendo meus textos imensos. Quando tiveres uma opinião sobre as músicas (depois de ouvi-las com atenção), fique à vontade para retornar e deixar impressões sobre elas. :)

      Excluir

コメントをありがとう! Obrigada pelo comentário!