segunda-feira, 12 de outubro de 2015

[Aquisições] Collection Haul 2015 – Parte 8 / A


Estou trazendo mais um grupo de itens adquiridos, depois de uns dois meses em que postei o sétimo Collection Haul deste ano. Não são compras tão recentes, mas como planejei registrar as aquisições deste ano neste formato, vou pelo menos concluir o ano. 

Sinceramente, não sei como vou fazer a partir do ano que vem. Mas uma coisa é certa: o formato vai mudar, pois não estou conseguindo acompanhar o ritmo das minhas compras.  Ou pelo menos, eu vou ter que diminuir um pouco as aquisições. O que é mais provável. Ultimamente, tenho postado as novidades na mesma semana em que elas chegam na página do blog no Facebook e um pouco depois também no Twitter.

Os itens da lista correspondem a compras feitas em datas diferentes e estão numerados por ordem de chegada. Os jogos, por exemplo, são importados e foram adquiridos no começo do ano. Porém, com a demora na alfândega, só recebemos em maio. Aliás, todo os itens dessa lista são compras que chegaram em maio deste ano. Então, já dá para se ter uma ideia de que muitas outras aquisições já foram feitas e ainda não foram postadas no blog. Espero poder atualizar esses posts até o mês que vem.

Essas são as aquisições dessa parte da coleção:
  
1.   Crônica da Casa Assassinada ~ Lúcio Cardoso (Civilização Brasileira)  LIVRO
2.   Beleza e Tristeza ~ Yasunari Kawabata (Editora Globo)  LIVRO
3.   Mil Tsurus ~ Yasunari Kawabata (Estação Liberdade) LIVRO
4.   Bidu – Caminhos ~ Luís Felipe Garrocho e Eduardo Damasceno / Coleção Graphic MSP (Panini Comics) QUADRINHOS
5.   Chico Bento – Pavor Espaciar ~ Gustavo Duarte / Coleção Graphic MSP (Panini Comics) QUADRINHOS
6.   A História de O ~ Guido Crepax (L&PM) QUADRINHOS
7.   Shazam! & A Sociedade dos Monstros ~ Jeff Smith (Panini Books) QUADRINHOS
8.   Caixa Especial Hagar – 4 vol. ~ Dik Browne (L&PM Pocket) BOX/QUADRINHOS
9.   Piteco – Ingá ~ Shiko (Panini Comics) QUADRINHOS
10.         Tempos Difíceis ~ Charles Dickens (Editora Boitempo)  LIVRO
11.         Fico Besta Quando me Entendem ~ Hilda Hilst; Org. Cristiano Diniz (Biblioteca Azul)  LIVRO
12.         O engenhoso fidalgo D. Quixote de La mancha – Primeiro Livro – Edição bilíngue ~ Miguel de Cervantes Saavedra; Trad. Sérgio Molina; Ilust. Gustavo Doré (Editora 34) LIVRO
13.         O engenhoso cavaleiro D. Quixote de La mancha – Segundo Livro – Edição bilíngue ~ Miguel de Cervantes Saavedra; Trad. Sérgio Molina; Ilust. Gustavo Doré (Editora 34) LIVRO
14.         Omega Boost (Sony Computer Entertaiment / Polyphony Digital) JOGO PlayStation
15.         鬼武者2  – Onimusha 2 (Capcom) JOGO PS2
16.         鬼武者3  – Onimusha 3 (Capcom) JOGO PS2
17.         – Samurai (Spike / Acquire) JOGO PS2
18.         Genji (Sony Computer Entertaiment) JOGO PS2
19.         O mestre e Margarida ~  Mikhail Afanasevich Bulgakov (Alfaguara Brasil) LIVRO
20.         Morte e vida severina ~ João Cabral de Melo Neto (Alfaguara Brasil) LIVRO
21.         20 mil Léguas Submarinas – Edição Definitiva – Comentada e Ilustrada ~ Jules Verne – Coleção Clássicos Zahar (Editora Zahar) LIVRO
22.         Metal Gear Solid ~ roteiro: Kris Oprisko; arte: Ashley Wood (NewPop)  QUADRINHOS
23.         Metal Gear Solid – Sons of Liberty ~ roteiro: Alex Garner; arte: Ashley Wood (NewPop) QUADRINHOS
24.         2001 Uma Odisseia no Espaço ~ Arthur C. Clarke (Editora Aleph) BOX/LIVRO
25.         1001 Videogames Para Jogar Antes de Morrer ~ Tony Mott (Sextante / Gmt) LIVRO

Crônica da Casa Assassinada
Essa não é a primeira obra que adquiro do autor brasileiro Lúcio Cardoso. A primeira foi “A Luz no Subsolo” e falei rapidamente sobre ela no Collection Haul 2015 –Parte 6. Crônica da Casa Assassinada é um romance publicado originalmente em 1959 e ganhou até uma adaptação cinematográfica – A Casa Assassinada – em 1971. O drama foi dirigido por Paulo Cesar Saraceni e teve trilha sonora composta por Tom Jobim. A edição que comprei é 13ª, publicada em 2013 (a 1ª é de 1999) pela editora Civilização Brasiliera. Ela tem 528 páginas, orelhas, capas internas coloridas e prefácio de André Seffrin.








Beleza e Tristeza e Mil Tsurus
Esses são dois dos livros de Yasunari Kawabata, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1968, desejados para a minha coleção de autores da literatura japonesa. Comprarei as demais obras publicadas de Kawabata mais adiante.

Beleza e Tristeza, em japonês 美しさと哀しみと(lê-se Utsukushisa to Kanashimi to) é o último romance do autor, publicado em 1964. Essa edição da editora Globo (3º, publicada em 2008) foi traduzida do inglês por Alberto Alexandre Martins e a versão em inglês, por sua vez foi traduzida do japonês por Howard S. Hibbert. O livro, que tem 292 páginas e orelhas, possui prefácio de Teixeira Coelho e posfácio de Roberto Kazuo Yokota.






Mil Tsurus, em japonês 千羽鶴 (lê-se Senbazuru) é um romance escrito entre 1949 e 1952 e foi um dos três citados pelo comitê responsável por conceder à Yasunari o Nobel de Literatura em 68. A edição publicada pela Estação Liberdade foi traduzida por Drik Sada em 2006. A minha edição é a 2ª. O livro tem orelhas e totaliza 176 páginas. Ele foi uma das minhas leituras do segundo trimestre deste ano, mostradas aqui.



Bidu – Caminhos
Bidu – Caminhos, dos autores Luís Felipe Garrocho e Eduardo Damasceno, é uma graphic novel do projeto Graphic MSP lançada pela Panini Comics em 2014.  A edição é a versão em capa dura e tem 80 páginas com material extra. Essa foi uma das minhas leituras desse trimestre. O traço é belíssimo e a história emocionante. Vale a pena tanto ler quanto ter na estante! Ah, essa HQ tem uma versão em capa mole publicada no mesmo ano.












Chico Bento – Pavor Espaciar
Chico Bento – Pavor Espaciar, HQ de Gustavo Duarte é mais um quadrinho da Coleção Graphic MSP. A minha edição é a de capa dura, publicada em 2014. Mas também há a versão em capa mole publicada em 2013. O encadernado tem 82 páginas, incluindo extras. Certamente, também é uma HQ para se ter na coleção!













A História de O
Esse é um clássico dos quadrinhos eróticos, portanto, um quadrinho adulto! A História de O de Guido Crepax é uma obra baseada no livro homônimo de Pauline Réage (pseudônimo de Anne Desclos), publicado na França em 1954. O livro, cuja tradução é de Lino Agra, é uma publicação da L&PM lançada em 2013 e é totalmente em preto e branco. A minha versão é uma reimpressão de 2014. Tem 184 páginas, orelhas e traz o texto introdutório “As mulheres de Guido Crepax” escrito pelo jornalista e crítico italiano Marco Giovanni. Um trecho do livro pode ser lido aqui.




Shazam! & A Sociedade dos Monstros
Shazam! & A Sociedade dos Monstros, quadrinho de Jeff Smith, é uma publicação da Panini Books lançada em 2014. O HQ é uma edição em capa dura, contendo 210 páginas totalmente coloridas e introdução feita por Alex Ross. O volume inclui as edições originais Shazam! The Monster Society of Evil 1-4. A tradução é de Rodrigo Oliveira e Bernardo Santana. No final do livro há uma biografia do autor. Achei o mago Shazam na contracapa parecido com o Saruman (de O Senhor dos Anéis - interpretado pelo Christopher Lee).










Caixa Especial Hagar – 4 vol.
Essa coleção foi comprada para dar de presente a ele . Ela foi publicada em 2007 pela L&PM Pocket e contém quatro livros em formato “de bolso”: O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 1 (96 pág.); O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 2 (144 pág.); O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 3 (144 pág.) e O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 4 (144 pág.). Hagar, o Horrível é uma tira em quadrinhos criada por Dik Browne (1917-1989) em 1973 e já foi publicada em quase 2 mil jornais, espalhados por 58 países e traduzido em 13 idiomas.

Dik Browne recebeu no mesmo ano de criação da tira, o The Reuben – prêmio equivalente ao Oscar dos quadrinhos – e o prêmio Elzie Segar, concedido a alguém que tenha feito uma contribuição única e excepcional para a profissão de cartunista.  Além deste, só com Hagar, Dik recebeu também da NCS (National Cartoonists Society) em 1984 e em 1986, o prêmio relacionado às Tiras de Jornal, na categoria Humor. Esses e outros prêmios do autor, bem como autores premiados estão disponíveis no site da NCS, que pode ser acessado aqui.

As ilustrações da caixa são as capas dos livros 1 e 2. Ela é fininha, mas é razoavelmente resistente para a quantidade e o tamanho de livros que ela contém. Os livros da caixa também são vendidos separadamente por R$ 16,90 (preço de capa), mas é possível encontrá-los por um preço menor. Eu comprei a caixa na Amazon por R$ 29,90, sendo que o preço de capa é R$ 67,60. Algumas tiras de cada volume são disponibilizadas pela editora para leitura prévia. Coloquei o link ao lado de cada título abaixo:









O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 1 (clique aqui para ler algumas tiras)



O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 2 (clique aqui para ler algumas tiras)



O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 3 (clique aqui para ler algumas tiras)



O melhor de Hagar, o Horrível – vol. 4 (clique aqui para ler algumas tiras)



Piteco – Ingá
O primeiro quadrinho de autoria do Shiko que adquiri foi Lavagem, HQ mostrada no Collection Haul 2015 – Parte 7 / B. Piteco – Ingá é outro quadrinho da coleção Graphic MSP e foi publicado em 2013. A edição é em capa dura e tem 82 páginas, incluindo, assim como as demais, material extra.












Por conta da quantidade de fotos, esse post será dividido em três partes. Eu volto com a segunda em breve.

~Nana~

Nenhum comentário:

Postar um comentário

コメントをありがとう! Obrigada pelo comentário!